sexta-feira, fevereiro 3, 2023

“Amigo” de Lula e Marina, Cesário Braga pode assumir o Incra no Acre, diz jornal

Date:

O ativista político Cesário Braga, derrotado nas últimas eleições, pode ser o superintendente regional do Incra no Acre, diz o Jornal A Tribuna na edição desta terça-feira. Braga teria trânsito fácil com a ministra Marina Silva e faz defesa incondicional do presidente da República, de quem seria amigo. Veja abaixo a íntegra da publicação, de autoria do jornalista César Negreiros.

Os servidores públicos e representantes dos movimentos sindicais estão se mobilizando nos
bastidores, em busca de emplacar nomes de pessoas comprometidas com a causa ambiental e fundiária no Estado. Desponta na bolsa de apostas o nome do servidor de carreira Cleberson Carneiro Zavaski, para presidir o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), enquanto na superintendência do Instituto Nacional de Colonização da Reforma Agrária (INCRA) surge o nome do ativista social Cesário Braga, presidente do Partido dos Trabalhadores no Acre (PT/AC).

Os servidores do ICMBio encaminharam um abaixo-assinado à ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, em favor de Zavaski que trabalha atualmente na Câmara de Meio Ambiente do Senado Federal. Em 20 anos de trabalho no serviço público, o engenheiro
agrônomo trabalhou como servidor do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais de Rondônia (IBAMA/RO), mas no período passou pelo Acre ajudar na implantação da política fundiária da Reserva Extrativista Chico Mendes e na Reserva Extrativista do
Cazumbá-Iracema (no município de Sena Madureira). “Se for escolhido um servidor da casa teremos voz aqui do Acre, pois Cleberson tem uma extensa ficha de prestação no campo ambiental”, ponderou o servidor Flúvio Mascarenhas.

Correndo por fora o nome do ex-deputado federal Alessandro Molon (PSB), que mantém uma aproximação da ministra Marina Silva. Na disputa pela vaga de senador, ele conquistou 21,2% dos voto válidos na disputa da vaga do Senado pelo Rio de Janeiro. Molon teve a sua atuação marcada na defesa do meio ambiente, no período que liderou a Frente Parlamentar Ambiental do Congresso Nacional na época do governo Bolsonaro (2019-2022).

O sindicalista Edmar Batistella, presidente da Central Única dos
Trabalhadores no Acre (CUT/AC), disse que o movimento sindical
não bateu o martelo em torno do nome que deve assumir a superintendência do Incra no Estado.

Antecipou que os dirigentes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Acre (Fetacre) e representantes dos Sindicatos Rurais (STR’s) devem se reunir nos próximos dias, para apresentar um nome que possa ocupar o cargo com perfil de tocar a política fundiária. “O nome do Cesário Braga tem circulado nas redes sociais, mas não fomos consultados da indicação”, revelou Batistella.

Questionado pela reportagem do jornal A Tribuna, sobre a indicação do presidente do Partido dos Trabalhadores no Acre, o dirigente sindical não manifestou objeção.
Alguns companheiros da extinta Frente Popular do Acre já manifestaram apoio ao nome do Cesário, em reconhecimento dos esforços que fizeram no processo eleitoral
do ano passado.